Home » Coluna » Coluna: Enquanto as ruas continuarem vazias Temer será presidente.

Coluna: Enquanto as ruas continuarem vazias Temer será presidente.

Chocando a sociedade brasileira, que no seu conjunto vem peremptoriamente dizendo nas entrelinhas das pesquisas de opinião que não aceitam mais esse governo medíocre e incompetente para a administração, competente apenas para fazer política em prol de si mesmo, Michel Temer mesmo na corda bamba ficou de novo rindo dos cidadãos brasileiros com o aval de 263 deputados federais, que sem compromisso nenhum deu as costas de novo para o povo.

Como já tinha dito antes, assim Michel Temer não sairá do Palácio do Planalto antes de 2018, por razões que vão além da vontade soberana do povo brasileiro, porque existem regras constitucionais que devem ser cumpridas, e ele como um bom constitucionalista que é sabe mexer nas peças certas para não perder a qualidade de Presidente da República, que conseguiu através de um assalto exatamente porque as regras constitucionais assim o permitiram.

As regras constitucionais possibilitam que Michel Temer, por ter sido vice-presidente de Dilma Rousseff ser o atual presidente, e utilizar politicamente a máquina pública de que dispõe para fazer exatamente política para se manter. E como temos um Congresso formado por indivíduos que sabem exatamente como funciona a mentalidade política dos brasileiros, pouco se importam com a imagem pública deles associada a um presidente denunciado por corrupção e em baixa popularidade na margem de erro.

Os deputados federais que apoiaram Michel Temer na sua narrativa de presidente votaram a favor do relatório aprovado na Comissão de Constituição e Justiça não porque Michel Temer é um articulador e um bom político, eles votaram porque levam em consideração a certeza de que no outubro de 2018, dos recursos que receberam em emendas orçamentárias, uma boa parte será exatamente para de novo comprar seus mandatos de quem acha que política é somente as eleições como coisa em si, e inclusive se esquece depois em quem votou.

Outro fator que faz com que Michel Temer fique até 2018, mesmo sangrando como um animal no abate é a ausência de Sociedade Civil organizada no Brasil, ou seja, somente quem poderia convencer aos deputados de que Temer deve deixar em paz os brasileiros seriam as vozes das ruas. Mas estas não existem já comprovado pelos fatos recentes de ruas vazias, e festejos com uísques envelhecidos no Palácio do Jaburu. Então sem pessimismo, não vai adiantar nada para derrubar Michel Temer se o povo continuar apenas assistindo a Rede Globo e se lamentando a cada vitória dele.

Enquanto o povo continuar sendo esse bárbaro sem direção e sem saber da força exata que tem, Michel Temer vai continuar até mesmo o momento em que correr o risco de não ser aceito nem mesmo pelos seus pares. Tomara que o povo mesmo sem ocupar as ruas para derrubar esse governo não esqueça das atrocidades que estão acontecendo e não eleja de novo um rebanho de canalhas em 2018. Não é pessimismo, é analise correta da realidade!


Por Genaldo Melo

Sobre Lucas Souza Publicidade

Lucas Souza Publicidade
Jornalista e Blogueiro.

Verificar também

As bem-aventuranças no meu cotidiano.

Cotidiano e Fé – Espaço de fé Em Mateus capítulo 5, há um dos maiores …